F6F-5 Weekend Edition - EDUARD 1/48
Escrito por Henrique Castro   
Sáb, 26 de Outubro de 2013 20:58

alt

F6F-5 Weekend Edition

EDUARD 1/48 (8434)

O Avião


O F6F-3 era essencialmente "correto", dessa forma seu sucessor F6F-5 era nada mais do que um F6F-3 de produção melhorada com carenagem do motor reprojetada e bem encaixada, estrutura reforçada, para-brisa plano, ailerons com aletas em mola e capacidade melhorada para caça-bombardeio com duas bombas de 1.000lb (454Kg) ou foguetes "Tiny Tim" de 11,75in (298mm) e seis foguetes de 5in (127mm). O primeiro F6F-5 voou em abril de 1944. A produção total foi de 7.868 aeronaves, incluindo 1.432 caças noturnos F6F-5N com radar e, em uma aeronave posterior, duas metralhadoras substituídas por um canhão de 20mm. A outra única variante da Segunda Guerra Mundial foi a conversão para reconhecimento fotográfico desarmada F6F-5P. Sob os termos da Lei de Empréstimo e Arrendamento, o Reino Unido recebeu 930 F6F-5 e caças F6F-5N para operação como Hellcat F.Mk II e Hellcat NF.Mk II.

Fonte:
AERONAVES de caça e de reconhecimento 1939-1945. São Paulo: Abril coleções, 2010. (Coleção Armas de guerra, 1).


O Kit


O kit é formado por 6 árvores, sendo uma com as transparências, totalizando 125 peças. Conta também com uma folha de decais, de excelente qualidade, com as marcações da versão disponível e um set completo de stencils. O manual possui 8 páginas e, como se trata de uma Weekend Edition, não é colorido, porém a Eduard disponibiliza em seu site o manual colorido para download. Clique aqui para acessá-lo. Ele é de fácil compreensão e traz as indicações das posições dos stencils de forma clara.

A Eduard mostra novamente uma injeção de excelente qualidade com bons detalhes. O cockpit é bem feito e apresenta dois painéis: um com as marcas dos instrumentos em alto relevo (não há decais para o interior) e o outro liso. O segundo é para ser usado com o PE desenvolvido pela Eduard para atender aos modelistas mais exigentes. Veja o review aqui.

alt alt
alt alt

As transparências contam com o canopy, mira e luzes de navegação (nas asas já há o espaço para encaixá-las, não necessitando cortar o kit). O canopy é fino e permite ver através dele sem grande obstrução ou distorção e conta com a opção de ser montado aberto ou fechado.

alt alt alt

Nem todas as peças disponíveis serão usadas na montagem. Aquelas que se destinam a outras versões estão marcadas em cinza no mapa de peças na primeira página do manual (são 27 peças). As peças que formam os pneus das rodas podem desagradar alguns modelistas, já que são completamente lisas. Para contornar isso a Eduard conta com rodas em resina muito detalhadas para o F6F-5. Veja o review aqui. Não custa lembrar que a Eduard não possui uma versão de F6F que permita a montagem com as asas dobradas.

A marcação escolhida pela Eduard para o kit foi a do Ace Leo Bob McCuddin, VF-20, quando operava a bordo do U.S.S. Enterprise na Batalha do Mar das Filipinas, próximo às Ilhas Marianas, em outubro de 1944. Essa batalha foi um desastre para os japoneses, que tiveram sua aviação naval embarcada destruída quase que em sua totalidade. Os pilotos dos Estados Unidos obtiveram tamanha superioridade que apelidaram a batalha de "tiro ao peru das Marianas" (The great Marianas turkey shoot). Essa aeronave é toda pintada em azul escuro, como mostra a arte da capa.

Mais algumas imagens do kit:

alt alt alt alt
alt alt alt alt

Conclusão

O F6F-5 Hellcat está entre os mais vitoriosos exemplares da Segunda Guerra Mundial e certamente é bem vindo em qualquer coleção. O kit é altamente recomendado e pode ser montado mesmo por iniciantes.

 

Agradecemos à Eduard pelo exemplar deste review.

alt

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Clique nos links para ir a pagina.

Notícias e Reviews Anteriores

Ultimas do Forum