Yak-3 1/48 Zvezda x Eduard
Escrito por Nelson Rapello   
Qua, 09 de Janeiro de 2013 14:14

 

Para que a comparação fosse feita em termos de igualdade, preferi usar a versão Weekend da Eduard, pois tal como nesse, o kit básico da Zvezda não é complementado por peças em photo-etch.

A primeira sensação que se tem ao se comparar os dois kits, é que a Zvezda deu uma olhada bem a fundo no kit da Eduard ao desenvolver o seu Yak-3. Embora não se possa afirmar categóricamente que um seja cópia do outro, nas próximas fotos vai ficar muito claro que as semelhanças de dimensões e disposição dos detalhes, não são mera coincidência. Com toda certeza a Zvezda tomou por base as dimensões gerais do kit da Eduard fazendo alterações e melhorando alguns detalhes na tentativa de produzir algo melhor e mais de acordo com o mercado atual.

Portanto sem entrar na neura da contagem de rebites, podemos considerar que ambos os kits estão essencialmente corretos em suas formas e dimensões, ficando as escolhas mais por conta da maneira como cada fabricante representou cada detalhe e como isso o aproxima mais do original. Partindo desse princípio, a comparação será feita entre as peças que representam as mesmas partes do avião real.

 

Fuselagem:

Conforme já foi dito antes as dimensões entre ambas as fuselagens coincidem, inclusive quanto a posição dos painéis. As linhas e rebites da Zvezda são ligeiramente mais tênues, porém essa diferença não chega a comprometer nenhum dos dois kits. Lembrando ainda que o kit da Zvezda tem a parte do motor representada em separado e o da Eduard não. Um detalhe pouco perceptível a primeira vista, é que o kit da Zvezda tem a curvatura da parte de cima da fuselagem ligeiramente diferente do da Eduard, o que a meu ver causa um efeito ótico um pouco mais próximo do que se percebe nas fotos dos aviões reais do que o do kit da Eduard. Porém o detalhe é muito sutil e não chega a ser uma falha do kit da Eduard. Porém na parte de baixo, a Eduard exagerou na forma com que representou a quina formada entre a lateral e o fundo da fuselagem. Nesse aspecto a curva suave representada no kit da Zvezda se aproxima bem mais do que se vê nas fotos dos aviões reais. É um defeito fácil de se corrigir no kit da Eduard, mas que constitui uma vantagem para o da Zvezda. Não resta dúvida de que a possibilidade de montar o kit com o motor aberto se constitui na principal vantagem do kit da Zvezda em relação ao da Eduard. Porém considerando-se a hipótese de montá-lo com o motor fechado, pode-se perceber a coincidência das formas e das linhas representadas entre ambos. Embora na foto aparente haver uma diferença na curvatura do queixo, isso foi apenas efeito da luz na foto, pois encaixando-se uma metade na outra, percebe-se que ambas tem a mesma curvatura. A única diferença entre os kits nesse ponto é a posição da pequena saída ovalada abaixo do escapamento. A comparação com as fotos demonstram que a do kit da Zvezda está mais próxima da posição real. Com relação a representação das laterais internas da fuselagem, a da Eduard é mais completa, embora me pareça que o que falta no da Zvezda não irá aparecer com a fuselagem fechada. Porém o que eu considerei realmente uma desvantagem no kit da Zvezda, foi a presença de pontos de injeção em locais que possivelmente ficarão visíveis com a fuselagem fechada.

Yak-020_zpsa27fc5f1.jpg image by ipmsrio
Yak-030_zpsf21d6d45.jpg image by ipmsrio

 

Asas:

Novamente aqui as dimensões gerais e os detalhes representados também são coincidentes, porém algumas diferenças poderão ser observadas entre os dois kits. Os detalhes na parte superior da asa da Zvezda são um pouco mais refinados enquanto os da Eduard me parecem um pouco exagerados. Quanto a representação do fundo do cockpit, o do kit da Zvezda já vem com dois consoles laterais que são representados por peças separadas no da Eduard. Infelizmente não tenho referencias de época do interior do Yak-3 que me permitam saber qual dos dois interiores estaria mais correto, já que preferi deliberadamente não me basear no interior dos Yak-3UA de fabricação recente. No entanto, na minha opinião, ambos interiores se beneficiariam bastante com aftermarkets apropriados a cada um deles. O da Zvezda me parece mais completo no que se refere ao que já vem injetado no kit, e o da Eduard vem mais despido, contando eventualmente com o uso dos photo-etches da versão ProfiPack. Vendo a asa de baixo como um todo, pode-se perceber algumas das vantagens do kit da Zvezda, como por exemplo os ailerons separados, permitindo a montagem em posições diferenciadas e a maneira bastante aprofundada como o duto do radiador ventral foi representado ao contrário do da Eduard que simplesmente seguiu o plano inferior das asas. O conjunto de rebites da área central da asa do kit da Zvezda é mais atraente que o da Eduard que é muito mais sumário, embora nas fotos do avião preservado no Le Bourget se tem a sensação de que esses rebites praticamente não eram visíveis no avião real. No quesito porão de rodas, o formato de ambos é idêntico, porém no da Zvezda as longarinas estão muito melhor pronunciadas que no da Eduard o que pode fazer uma diferença considerável na hora de realçar os detalhes com o wash. Infelizmente aqui também a falta de referências melhores, não me permite saber com precisão qual dos dois representa o padrão de longarinas mais correto. Nas poucas fotos em que dá para ver alguma coisa do porão do avião do Le Bourget, se tem a sensação que as longarinas do da Zvezda estão mais próximas da realidade. Porém uma desvantagem considerável do kit da Zvezda foi novamente a presença de marcas de injeção em locais quase impossíveis de se remover entre as longarinas, uma falha imperdoável em kits atuais. Deixei esse detalhe para comentar no final da análise das asas pois a melhor forma que eu achei de demonstrá-lo foi sobrepondo a parte de baixo das asas dos dois kits. Por uma razão inexplicável, a Zvezda representou o ângulo dos intakes da raiz das asas de forma completamente exagerada. Se por um lado os da Eduard talvez estejam um pouco mais retos do que deveriam, os da Zvezda ficaram completamente fora da realidade. O problema não me parece ser de todo difícil de corrigir, mas essa não deixa de ser a falha mais evidente que eu encontrei no kit da Zvezda.

 

 

Tampa do capô do motor:

Embora não haja diferença de dimensões e curvatura entre ambas, me parece que a Zvezda captou um pouco melhor o formato das duas bolhas sobre os canhões. Com relação as calhas de saída dos mesmos, me parece que em ambos os kits estão um pouco curtas, as da Zvezda mais na parte da frente e as da Eduard na de trás.

 

 

Carenagem do radiador ventral:

Embora ambas as peças tenham as mesmas dimensões e representem os mesmos detalhes, há uma certa diferença na curvatura da parte de baixo das duas, estando a da Zvezda mais reta. Se nos basearmos na das fotos do Yak-3 do Le Bourget, me parece que a da Eduard se aproxima mais dela. Porém devemos lembrar que esse Yak-3 ficou muitos anos apoiado num pedestal que penetrava através de um furo largo feito nessa carenagem. Portanto, é bem provável que a que está hoje no avião seja uma reprodução ou restauração que pode não estar 100% de acordo com a original. A comparação com fotos de outro Yak-3 preservado e as de época, não me permitiram uma conclusão totalmente segura, apenas me parecendo que talvez a da Eduard esteja um pouco mais certa.

 

Estabilizadores verticais:

Não há uma diferença significativa de formato e dimensões entre ambos, e a representação do entelamento dos dois são bem semelhantes. Apenas a Zvezda aprofundou um pouco mais as linhas que separam as partes móveis, dando uma aparência mais realista a peça.

 

Hélice, spinner e portas do trem de pouso:

Não há muita diferença no formato e espessura das pás das hélices dos dois kits, embora eu particularmente prefira as pás separadas da Eduard em termos de facilidade do acabamento e pintura do spinner. Com relação aos spinners própriamente dito, ambos me parecem ter o mesmo formato, com uma ligeira vantagem na forma mais pronunciada com que a Eduard representou o canhão central. Novamente as formas e dimensões são coincidentes entre ambas, e os detalhes representados na face interna das portas são essencialmente os mesmos. No kit da Zvezda dois conjuntos de portas são fornecidos, sendo um interiço para quem pretende fazer o avião com os trens de pouso levantados e outro com as diversas partes separadas entre si para o trem de pouso abaixado. O detalhe exótico é que a Zvezda representou todos os detalhes internos do conjunto que faz o porão de rodas fechado, um realismo exagerado que ninguém irá ver. A Eduard representou as portas em um único conjunto com todas as partes unidas entre si, representando apenas a opção para o trem de pouso abaixado. Embora em ambos os kits as portas estejam muito espessas quando comparadas as reais, as da Zvezda são bem mais finas e próximas da realidade.

Yak-035_zps707ca9bc.jpg image by ipmsrio

 

Pernas do trem de pouso, rodas e escapamento:

Comparando as pernas amortecedoras do kit da Eduard com as fotos, essas me parecem um pouco mais finas do que deveriam ser, estando as da Zvezda mais corretas nesse aspecto. No entanto as peças que retraem as pernas para dentro do porão de rodas, me parece mais corretas no kit da Eduard. O diâmetro externo de ambas as rodas é idêntico, porém a representação do cubo interno das da Eduard se assemelha mais a realidade. Em nenhum dos doi kits foram representados os frisos dos pneus que se observa nos aviões hoje preservados. Resta a dúvida se pneus lisos também foram usados nos Yak-3 durante a guerra. Há pouca divergência na forma e disposição dos escapamentos dos dois kits, sendo que o da Zvezda (o de cima na foto), está bem melhor acabado. Lembrando que nesse kit há a necessidade de um escapamento mais elaborado, tendo em vista a opção com o motor aberto.

Yak-040_zps05cd1a66.jpg image by ipmsrio
Yak-041_zps6dbdf928.jpg image by ipmsrio

 

Rádio, painel de instrumentos e assento:

Em ambos os kits o rádio me parece bastante simplificado em relação ao que aparece nas fotos do Yak-3 do Le Bourget, sendo que o da Eduard representa melhor o volume da peça. Há uma divergência no corte frontal da plataforma do rádio entre os dois kits, não havendo fotos de aviões da época que mostrem qual o mais correto. Na comparação entre os dois painies, o da Eduard me parece bem superior, pois tanto na melhor forma como os contornos externos dos instrumentos estão representados, como também por trazer o painel central bem destacado. O da Zvezda não destaca o painel central e simplesmente representa apenas o aro dos instrumentos. No kit da Zvezda vem ainda uma opção de um painel totalmente liso para aplicação de um decalque que é fornecido na folha. Uma opção que provavelmente não será levada a sério pelos modelistas mais experientes. Há uma certa divergência de tamanho e formato dos fundos dos assentos da Zvezda e Eduard, pelas fotos de Yak-3UA que eu achei, o correto talvez seja qualquer coisa entre os dois. De qualquer forma ambos me parecem um pouco espessos, sendo mais recomendável refazê-los em plasticard ou photo-etch. Com relação ao encosto, também há uma certa divergência de formato. A impressão que eu tenho é que a Eduard se baseou no contorno do encosto em metal, enquanto a Zvezda copiou a almofada que está no assento de um Yak-9 que encontra-se preservado na Russia. Como não existe um padrão exato de almofadas, não se pode dizer que um ou outro estejam errados. De qualquer forma em ambos os kits os gomos das almofadas estão bem representados e servem de base para um bom trabalho de wash.

 

Yak-043_zpsc9e18295.jpg image by ipmsrio

 

 Canopi:

 Em ambos os kits as transparências são bem límpidas e cristalinas, não havendo preferência quanto uma ou outra em relação a isso. Quanto ao canopi frontal, o da Eduard apresenta uma curvatura um pouco mais acentuada na parte da frente, me parecendo pelas fotos que o da Zvezda está um pouco mais correto. Porém a diferença é pequena e não chega a comprometer sériamente o canopi da Eduard. Com relação a seção central, a da Eduard é um pouco mais larga, principalmente na base, chegando mesmo a se sobrepor ao da Zvezda quando colocados um sobre o outro. Tentei verificar isso nas fotos e não cheguei a nenhuma conclusão sobre qual seria o mais correto, observando o kit da Eduard montado não me parece que isso influencie seriamente o resultado final e acredito que o mesmo ocorra também com o da Zvezda. Como foi dito antes, o kit da Zvezda trás duas opções para a seção traseira, com e sem bolhas, porém exceto o que diz a folha de instrução, não encontrei qualquer outra referência sobre em que casos se aplicam uma ou a outra opção. No kit da Eduard, só vem a opção da seção lisa, porém com aproximadamente as mesmas dimensões e formato da peça da Zvezda.

Yak-046_zps6fa1e902.jpg image by ipmsrio

 

 

Conclusões:

Ambos os kits são excelentes e, ao meu ver, os dois são bastante corretos na sua essência. Tanto um quanto o outro apresentam algumas pequenas imperfeições de relativamente fácil correção para os mais exigentes, porém nada que comprometa seriamente nenhum dos dois. Talvez no quesito fidelidade, em geral o kit da Zvezda leve uma muito pequena vantagem em relação ao da Eduard, porém as poucas omissões e falhas deste último não chegarão a fazer muita diferença quando comparado ao da Zvezda depois de ambos montados com o mesmo grau de acuidade. Me arrisco inclusive a dizer que com o compartimento do motor fechado será muito difícil de distinguí-los um do outro quando postos lado a lado em uma mesa de concurso.

No entanto não resta a menor dúvida de que o grande diferencial do kit da Zvezda em relação ao da Eduard está na possibilidade de se montá-lo com a excelente representação do compartimento do motor aberto. Como bônus extra ainda resta a opção de se montar os ailerons deste em qualquer posição desejada.

Na minha opinião, o kit da Zvezda é altamente recomendável e acho que deva ser considerado como a melhor opção para quem deseja adquirir um Yak-3 daqui por diante. Mais ainda se o objetivo for montá-lo com o motor exposto. No entanto recomendo a quem já tenha o da Eduard que o conserve como uma opção bastante viável de montagem e que nem tão pouco se descarte de todo a possibilidade de adquirí-lo quando oferecido a um preço razoável, uma vez que o resultado final que se obterá deste não ficará em nada a desejar ao da Zvezda quando com o cowling fechado.

Referências:

Squadron Signal In Action Nº 78 – Yak Fighters

Red Star Volume 5 – Yakovlev’s Piston-Engined Fighters

Walkarounds:

Yak-3 do Musée de L’Air

Yak-3 do WWII Aviation Museum

 

 

 

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Clique nos links para ir a pagina.

Notícias e Reviews Anteriores

Ultimas do Forum