Bf-110 C/D Eduard - 1/72
Escrito por Augusto Versiani   
Qua, 28 de Novembro de 2012 20:08

 

 

Bf-110 C/D Eduard 1/72 #7081

 

O Avião

O Messerschmitt Bf 110 é mais  conhecido como tendo sido um dos grandes fracassos da Luftwaffe, o caça de escolta que acabou tendo de ser escoltado. No entanto esta fama não é totalmente merecida. A idéia de caças bimotores de longo alcance que pudessem operar profundamente no território inimigo foi mais ou menos comum a todas as grande forças aéreas da época. A idéia corrente é que a adição de potencia dada pelo motor extra, compensaria as desvantagens de maior peso e menor aerodinâmica. Era uma idéia errada. Nenhum destes caças bimotores teve grande sucesso ressalvado, talvez, o P-38 americano. O motor adicional só se mostrou eficaz na era do jato.

Mesmo com suas deficiências o Bf-110 participou ativamente de todas as vitórias alemãs do início da guerra, na Polônia, França, Noruega, Bálcãs e mesmo no inicio da campanha da Rússia ele teve papel relevante. Um novo papel relevante ainda foi vivido no fim da guerra quando foi empregado com grande sucesso na caça noturna.

 

 

Os principais aviões alemães da segunda guerra sempre tiveram um tratamento diferenciado dado pela indústria de modelismo, quase todos os fabricantes tem diversas versões e os relançamentos e novos lançamentos são constantes. No entanto o Bf-110 sempre foi a exceção. Tanto na 1/48 como na 1/72 a grande maioria dos kits disponíveis eram moldes antigos. Na 1/72 o único kit disponível, com boa qualidade e painéis em baixo relevo, é o da Fujimi Bf-110 C/D. Mesmo assim é um kit com algumas simplificações e erros. A Eduard veio modificar este quadro lançando, primeiro na 1/48, e agora na 1/72, uma série de Bf-110 novos, dentro dos melhores padrões de qualidade da industria.

 

O kit

Numa caixa de papelão rígido com uma bela ilustração na tampa e vistas coloridas das versões oferecidas na parte lateral, encontramos 8 árvores com um total de 171 peças, uma folha de photoetch, uma folha de mascaras para pintura e uma folha de decais. O manual, com 16 páginas coloridas, é muito bem impresso em papel de excelente qualidade. Mostra o passo a passo da montagem com desenhos limpos e fáceis de compreender. A indicação de cores se refere apenas as tintas Gunze. Interessante notar que os pontos de cotato entre as peças são mostrados em azul no manual, o que facilita ao iniciante verificar onde deve ser aplicada a cola. As marcações são mostradas em 4 vistas coloridas além destaques para bico e hélices

 

A injeção é, como de hábito nos kits da Eduard, de excelente qualidade. Detalhes bem definidos, linhas de painel finas, sem rebarbas ou marcas de injeção visíveis. Uma novidade neste modelo é que todas as partes maiores como fuselagem e asas, tem agora pinos guia para ajudar no alinhamento. No kit vêm várias peças que não serão usadas nesta versão, já que contém  todas as peças para se montar também a versão E, já lançada. O cockpit já é bastante completo na versão básica, na profipack ele fica ainda melhor com a adição dos PEs coloridos (para aqueles que ainda quiserem mais a Eduard esta lançando um cockpit ainda mais completo como um set extra). As metralhadoras são adequadas a escala para se montar o compartimento das armas fechado, mas canos de metal serão certamente um acessório bem vindo. Novamente a Eduard esta lançando em separado um set completo para quem quiser montar o compartimento de armas aberto.Os detalhes gerais são excelentes, rodas (também esiste uma alternativada Eduard em resina), trem de pouso, escapamentos são todos muito bem feitos. O kit oferece tres opções de lemes verticais, dois deles para futuras versões. Os complementos consistem de bombas e tanques extras de combustível, todos com ótimos detalhes. Em destaque o tanque extra que era montado sob a fuselagem nos aviões que operavam a partir da Noruega, que é muito superior em detalhes ao representado no kit da Fujimi.

 

f20.jpg image by APRJ
f19.jpg image by APRJ
f18.jpg image by APRJ
f16.jpg image by APRJ
f13.jpg image by APRJ
f43.jpg image by APRJ
f9.jpg image by APRJ

 

 

As transparências são de excelente qualidade, finas, perfeitamente translucidas e sem distorções. Existem dois canopys traseiros, com e sem a abertura para a metralhadora de ré. (na arvore vem também canopys adequados para próximos lançamentos) No entanto foi aqui encontrei alguns problemas. Não é possível montar o canopy do metralhador aberto, por outro lado para se montar o canopy do piloto fechado será preciso colar 3 peças, as duas laterais e a cobertura, uma tarefa sempre complicada quando se trata de transparências. .Um canopy com a dianteira fechada seria uma boa ideia. O vidro blindado que vem a frente do piloto também é uma peça separada que deve ser colada sobre a dianteira do canopy. O melhor aqui seria uma solução como a da Fujimi que oferece dois para-brisas, um com e o outro sem o vidro blindado. A folha se PEs colorida é bastante completa com painéis de instrumento, cintos de segurança, e outros pequenos detalhes. Um conjunto de máscara de pintura cobre todo o canopy além de permitir o mascaramento para pintura do cubo das rodas.

 

f2.jpg image by APRJ
f4.jpg image by APRJ
f6.jpg image by APRJ
f32.jpg image by APRJ
f33.jpg image by APRJ

 

 

A folha de decais é muito bem impressa sem falhas de registro e com o filme fino. Além das marcações principais acompanha uma grande quantidade de stencils, alguns muito pequenos (Existe no manual uma seção especifica para orientar a colocação dos stencils)

As marcações oferecidas são:

  • Bf 110D, W.Nr. 3406, 9./ZG 26, Trapani, Sicilia, 1941
  • Bf 110D, W.Nr. 3148, 2./ZG 76; Noruega, primavera 1940
  • Bf 110C, 2N+AP, 9./ZG 76, Obl. Urban Schlaffer, Bordfunker Gefr. Frantz Obser
  • Bf 110C, 1./NJG3, Africa do Norte, verão, 1941
  • Bf 110C, W.Nr.3602, Stab II./ZG76, Maj. Erich Groth

 

f35.jpg image by APRJ
f36.jpg image by APRJ
f37.jpg image by APRJ
f40.jpg image by APRJ
f41.jpg image by APRJ

 

bf1100004.jpg image by APRJ

 

Fidelidade

Fiz uma rapida comparação do kit da Eduard com as plantas publicadas na revista Revi Nr 62. De acordo com estas plantas, como se pode ver pelas imagens, o kit da Eduard apresenta as formas gerais bastante corretas.

 

cp3.jpg image by APRJ
cp1.jpg image by APRJ

 

Conclusão

Seja pela qualidade dos detalhes, seja pela fineza dos moldes, seja pela quantidade de acessórios, este é certamente o melhor Bf-110 na 1/72 e um ótimo modelo. Altamente recomendado.

 Veja também o set de detalhamento dos armamentos

 

Agradecemos a Eduard pelo modelo deste review

 

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Clique nos links para ir a pagina.

Notícias e Reviews Anteriores

Ultimas do Forum