F8F-1/2 na escala 1/72 (SWORD x ARTMODEL)
Escrito por Yran Maia   
Qua, 20 de Abril de 2011 10:47

 

 

 

 

1 - Emprego Operacional do F8F-1/2 BEARCAT

Em 1942, os projetistas americanos temiam que o ZERO ou seus sucessores pudessem superar o F6F HELLCAT (ainda em fase de projeto), devido à suas pequenas dimensões, agilidade e razão de subida. Assim, em 1943, decidiu-se construir o menor caça possível usando motor Pratt & Whitney R-2800 (o mesmo motor do HELLCAT). Nascia o pequeno F8F BEARCAT, o ultimo caça a pistão da GRUMMAN. A primeira esquadrilha a receber os F8F-1 BEARCAT foi a VF-19, que embaçou no USS LANGLEY em julho de 1945, com vistas à invasão do Japão. Mas as duas bombas atômicas lançadas abreviaram o armistício e o BEARCAT não viu combate na 2ª Guerra Mundial. O final da Guerra permitiu que a USN se dedicasse ao desenvolvimento de caças a jato. No entanto, como até 1947, o F8F-1 continuava ser a melhor opção para as unidades de combate, construiu-se o F8F-2, um modelo refinado, com cauda alta e motor P&W R-2800-30W turbo carregado.
Em 1949, o caça a jato havia se tornado uma realidade e o ágil BEARCAT foi desativado. Ele foi vendido para a França (cerca de 160 aeronaves) e para a Tailândia (129 aeronaves). O seu outro utilizador foi o Vietnam do Sul, país formado pela divisão da Indochina, que operou os F8F abandonados pela França. Os BEARCAT franceses voaram cerca de 120.000 missões de combate de 1951 até 1954, quando a França capitulou. Eles foram basicamente usados em missões de ataque ao solo e, a despeito das adversas condições de combate na Ásia, saíram-se bem, tornando-se populares, apesar do limitado raio de ação.

 

 

2 - O BEARCAT

Inicialmente, foram encomendados 5.253 BEARCAT, mas com o fim da Guerra apenas 1.263 foram construídos. A tabela a seguir apresenta as versões militares do F8F.

 

 

3 - Os modelos de BEARCAT na escala 1/72

Até poucos anos atrás o único modelo disponível era o da MONOGRAM, com linha em alto relevo e que não será comentado neste review. Hoje os modelistas dispõe dos Kits da SWORD e da ARTMODEL, e a HOOBYBOSS já anunciou o lançamento do seu F8F com injeção de alta pressão.

4 - O modelo da SWORD

O modelo é injetado em Short Run e composto de 2 árvores de plástico cinza com um total de 54 peças, além do canopie injetado (2 partes) e do motor de resina (2 peças). O modelo possui algumas rebarbas (flash) e linhas gravadas em baixo relevo que permitem um acabamento refinado.

As peças do Kit permitem montar as versões F8F-1, F8F-1B, F8F-1D e F8F-2. Para isso existem as 2 fuselagens completas (deriva baixa com 5 exaustores e deriva alta com 3 exaustores) e as bolhas necessárias para alojar as culatras dos canhões são fornecidas em peças separadas das asas. No entanto, ao decidir montar o F8F-2 o modelista deve atentar para o frame adicional que existe no canopie dessa versão. Pois o fabricante disponibiliza um único conjunto de transparências tanto para o F8F-1 quanto para o F8F-2.

 

Os decais aparentam ser de boa qualidade sem excessos de filme, mas não contemplam os stencils. As instruções são claras e atendem às expectativas dos modelistas.

 

5 - O modelo da ARTMODEL

O modelo é injetado em Short Run e composto de 3 árvores de plástico branco com um total de 28 peças, além do canopie injetado (2 partes) e de 10 peças de resina, a saber:

 

O modelo possui algumas rebarbas (flash) e linhas gravadas em baixo relevo que também permitem um acabamento refinado. As peças do Kit permitem montar apenas o F8F-2.

 

Os decais aparentam ser de boa qualidade sem excessos de filme. Eles são mais detalhados que do modelo da SWORD, com 4 versões (USN e USMC) alem dos stencils. As versões são bem ilustradas em um adendo colorido que detalha o que deve ser feito em cada versão.

 

6 - Comparando os modelos da ARTMODEL e da SWORD

Acredito que o resultado final de ambos os modelos será muito bom. Eles se equivalem em qualidade, ficando a decisão de qual modelo comprar, quase que exclusivamente, baseada na preferência do modelista. Pessoalmente, prefiro o modelo da SWORD por causa do detalhamento externo, que é ligeiramente mais refinado. Quanto às linhas de baixo relevo observo que as do modelo da ARTMODEL são mais delicadas. No entanto, o detalhamento do modelo da SWORD, como um todo, é superior, principalmente nas áreas enteladas. Adicionalmente, o modelo da SWORD permite montar os F8F-1 e F8F-2 enquanto o da ARTMODEL monta apenas o F8F-2. Vale lembrar que o modelo da ARTMODEL tem seus pontos fortes como mais opções de decalques e peças de resina de qualidade (exceto o motor e painel). Compare as fotos e veja a tabela comparativa.

 

 

Finamente, aproveito a oportunidade para apresentar e comentar os decalques de F8F da PRINT SCALE (Nº 72-013). O decalque possui 6 versões Americanas (4 da USN operacional, Blue Angels e Beetle Bomb), 2 versões francesas, 1 versão tailandesa e 1 versão vietnamita, alem de um conjunto completo de stencils brancos.
A grande falha da PRINT SCALE está no Beetle Bomb que foi feito em vermelho ao invés de em azul e na bandeira tailandesa que oi impressa em azul mais claro que o resto das insígnias tailandesas (usaram o azul Frances). Adicionalmente, existem problemas de registo no azul escuro das insígnias vietnamitas e tailandesas, e no azul usado na bandeira tailandesa, tornando esses decalques inservíveis.

 

A APRJ agradece o modelo do F8F-2 BEARCAT da ARTMODEL enviado pela HOBBY TERRA para review. O modelo do F8F-1/2 da SWORD e os decalques de F8F da PRINT SCALE (Nº 72-013) foram adquiridos para este review.

 

 

Obrigado HOBBYTERRA pelo exemplar deste review.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Clique nos links para ir a pagina.

Notícias e Reviews Anteriores

Ultimas do Forum