Tempest Mk. II early version - 1/48 - Eduard # 82124
Escrito por Amilcar "Mobi" Mesquita Jr   
Qua, 08 de Setembro de 2021 00:00

82124 box tempestmk.ii

Eduard # 82124

O desenvolvimento de aeronaves com motor a pistão atingiu o pico no final da Segunda Guerra Mundial, empurrando alguns designs notáveis ​​em serviço. O Hawker Tempest foi um deles. Esta besta de alto desempenho atingiu seu potencial máximo com a potência do motor radial.

A história da Tempestade teve origem na tentativa de resolver as deficiências que impediu seu antecessor, o Hawker Typhoon, de ser um caça. O principal problema de design do Typhoon era o asa grossa com perfil NACA 22, oferecendo muito espaço interno para combustível e armamento, mas a construção aumentava o arrasto rapidamente com velocidade crescente. Não surpreendentemente a asa estava no centro das mudanças no desenvolvimento do novo caça. O design resultante era originalmente para manter o nome de Thyphoon, como Mark II, mas foi finalmente foi alterado para Tempest. A nova asa era 5 pol. (12,7 cm) mais fina na raiz e quase elíptica. Como a nova asa não oferecia espaço suficiente para combustível, um tanque de combustível adicional com capacidade de 76 galões (288 l) teve que ser instalado na fuselagem. O espaço foi criado entre o firewall e o tanque de óleo movendo o motor para frente por 21 pol. (53,4 cm). Devido a isso, as superfícies dos profundores teve que ser ampliada.

Sabre primeiro

Um contrato inicial foi feito para dois protótipos baseados em fuselagens do Typhoon movidas pelo motor Sabre IV, mas, devido a atrasos no desenvolvimento deste último, foi instalado apenas no HM599, enquanto o HM595 usava o mais velho, Sabre II. As preocupações com o futuro do Sabre levaram à consideração de outros motores, mas havia apenas duas outras unidades com potência suficiente para uso com o Tempest: o RR Griffon e o radial Bristol Centaurus. O pedido do protótipo foi aumentado para seis - dois com cada tipo de motor. Diferentes marcas foram atribuídas a cada variante do motor. O Mk.I deveria ser equipado com Saber IV (HM599), o Mk.II com Centaurus IV (LA602 e LA607), o Mk.III com R&R Griffon IIB (LA610) e o Mk.IV com Griffon 61 (LA614). Finalmente, o Mk.V (HM595) usou um versão ligeiramente melhorada do Sabre II (IIb), produzindo 2.400 cv (1.790 kW), portanto, 200 cv (147 kW) a mais que a versão anterior. No entanto, o Mk.V com o Saber IIb foi concebido apenas como uma solução paliativa até estarem disponíveis os motores Sabre IV, que finalmente emergiria como o principal marca da Tempest. The Mks. I, III e IV não foram colocados em produção, deixando o Mk.II como o  "Ultimate Tempest“. O protótipo HM595 com Saber II voou pela primeira vez em 02 de setembro de 1942. As primeiras unidades do Tempest Mk.V fizeram seu vôo inaugural em 21 de junho de 1943, já equipado com o canopy bolha. Armado com quatro 20mm Canhão Hispano Mk.II (200 tiros por arma), atingiu uma velocidade máxima de 432 mph (695 km / h) a 18.400 pés (5.600 m), até 45 mph (72 km / h) mais do que Bf 109 ou Fw 190 (dependendo do modelo).

Ação de combate limitada

Com o fim da guerra na Europa à vista, as ordens para a Tempest Mk.II foram canceladas ou substancialmente reduzidas. Implantação para o Extremo Oriente foi adiado após a rendição japonesa e assim o Tempest Mk.II não viu nenhuma ação em tempo de guerra. Apenas 50 deles eram produzido pela instalação de Bristol em Banwell, enquanto Hawker adicionou 402 aeronaves. De 452 produzidos, 180 foram enviados para a Índia entre 1945 e 1947. Alguns deles deveriam servir em quatro esquadrões da RAF (Nos. 5; 20; 30 e 152) com base lá, outros com RIAF (Royal Indian Air Force) esquadrões. Quando a Índia e o Paquistão conquistaram a independência em 1947, o Os esquadrões da RAF foram dissolvidos e seus Mk.IIs foram divididos entre os dois países. Ambos compraram mais tarde mais Tempests da Hawker e de estoques RAF excedentes e o veriam uso extensivo em combates nos estados de Hyderabad, Caxemira e Jammu em 1947-49. Na Europa, o Tempest Mk.II serviu no pós-guerra em dois esquadrões de caça, bem como com em três  esquadrões BAFO (British Air Forces de Ocupação) na Alemanha. Todos estes seriam reequipados com jatos Vampire em 1949, exceto para No.33 Sqn cujos Mk.IIs seriam usados em combate em 1949-51, durante as operações da RAF contra os guerrilheiros comunistas na Malásia.

Este kit: Tempest Mk.II versão inicial

Embora algumas fontes façam distinção entre o caça e o jabo - versões de bombardeio do Tempest Mk.II, era a mesma aeronave com provisões para os racks de asas para transportar foguetes ou bombas; pontos de fixação para tanques externos descartáveis também foram incorporados na estrutura da asa. Os Mk.IIs foram produzidos basicamente em dois lotes, sendo o primeiro dividido entre duas instalações. A fábrica de Banwell Bristol fez 50 eles (MW374-MW423), enquanto a fábrica Langley Hawker adicionou 100 (MW735-MW778; MW790-MW835; MW847-MW856). Essas aeronaves foram finalizadas sem o filtro tropical, reconhecíveis pela painel veneziana na frente do pára-brisa. Eles também não tinham os cilindros de água no cockpit. Ambos os recursos eram típicos da série posterior (séries começando com o prefixo PR). Sete das primeiras aeronaves "MW" foram posteriores convertido para o padrão tropical completo e alocadas nas unidades RAF em Alemanha; três deles estão entre as marcas selecionadas deste kit do modelo. A maior parte do Tempest da série MW restante foi vendida de volta para Hawker, modificado para o padrão tropical e vendido para a Índia ou Paquistão.

Fonte: Manual do Kit.  

Tempest NV768

O novo Tempest Mk.II Early Version, na escala 1/48, da Eduard, é o mesmo modelo anteriormente lançado pela Special Hobby, porém com inéditas versões de pintura. O Tempest Mk. II apresenta alta qualidade da injeção, sem rebarbas ou falhas. Os detalhes são finos e adequados a escala. O interior da cabine de pilotagem é belamente detalhado, a superfície externa do caça é finamente detalhadas. As transparências são de ótima qualidade sem falhas ou distorções. O conjunto de fotogravados traz painel de instrumentos, cintos coloridos, detalhes internos e externos da aeronave. Acompanha também uma folha de máscaras para pintura do canopy. 

O lançamento vem acompanhado de uma lista de acessórios para o modelo, máscaras de pintura, fotogravados dos flaps, cintos da linha Steel, acessóriso da linha BRASSIN como canos de descarga, cockpits e conjuntos de foguetes, além de decalques das marcações inglesas e stencil datas.

IMG 9553 IMG 9557 IMG 9563 IMG 9566
IMG 9568 IMG 9570 IMG 9573 IMG 9579
IMG 9584 IMG 9559 IMG 9550 editado-1 IMG 9535

Os decalques das marcações e estênceis são de fabricação da própria Eduard, de ótima qualidade e impressão de alta resolução, representam perfeitamente as inscrições das 6 possíveis pinturas do lendário caça inglês. Como já verificado em outros reviews de montagem, os decalques da Eduard são finos, perfeitamente opacos e soltam-se da folha rápidamente após banhado em água morna. Fáceis de manipular durante a aplicação, não são quebradiços e aderem com perfeição.

IMG 9536 IMG 9539

O manual de instruções tem 20 páginas coloridas em papel couché, em formato A4, textos em checo e inglês, um breve histórico do Tempest Mk.II, o mapa de peças, com a tabela de cores (referenciada com as tintas para a linha da Gunze Sangyo) e os símbolos de montagem. Logo após as instruções de montagem e o mapa de aplicação das máscaras de pintura, as ilustrações dos esquemas de pintura e o esquema de aplicação dos decalques e dos estênceis do avião, tudo muito claro e bem impresso. Clique aqui para ver o manual

Esta versão "Profipack" oferece 6 belas opções de pintura, são elas: 

0001 0002 0003
0004 0005 0006

Acompanhando o lançamento do Tempest Mk.II early version, a Eduard disponibilizou para venda vários acessórios, entre eles os canos de descarga da linha "BRASSIN" para o modelo. O produto é vendido nas já tradicionais embalagens em cartelas da marca theca, com o novo padrão de apresentação da Eduard para a linha "BRASSIN". O conjunto é composto de uma peça em resina cinza de altíssima qualidade, com detalhes refinados e isentas de rebarbas ou formação de bolhas. Clique aqui para ver o manual.

IMG 9543 

 Eduard # 648654

IMG 9544 IMG 9546

Com o lançamento do Tempest Mk.II Early Version 1/48, a Eduard apresenta uma nova sequência de modelos de primeira qualidade deste famoso e belo caça inglês. Recomendo tremendamente para modelistas de todos os níveis, pois a qualidade da engenharia de construção da Eduard facilita muito o trabalho de montagem do kit. 

 

Obrigado à Eduard pelo envio dos exemplar para review!

alt

 
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Clique nos links para ir a pagina.

Notícias e Reviews Anteriores

Ultimas do Forum