Lanchester 1/35 da CSM
Escrito por Augusto Versiani   
Qui, 04 de Outubro de 2018 00:00

capa

CSM35001

 

A CSM, Cooper State Models, é uma já conhecida fabricante de kits de resina que entra agora também no mercado de kits injetados, o primeiro lançamento em militaria 1/35 é o Lanchester, carro blindado inglês.

 

O Veículo

Desenvolvido a pedido da R.N.A.S. (Roya Navy Air Service) o Lanchester era um blindado 4x2 cuja função principal seria dar guarda aos aeródromos e resgate de pilotos abatidos. Trinta e dois destes veículos foram enviados para a França em 1915 sendo que um esquadrão de 12 carros serviu junto com o exército Belga, que depois recebeu mais 10 unidades. As condições de terreno na França apresentaram uma série de problemas para o Lanchester e assim, com a decisão de padronização dos veículos pela BEF (Força Expedicionária Inglesa), que preferiu o modelo da Rolls Royce, os Lanchester foram enviados de volta para a Inglaterra. Vinte e dois deles foram reformados e enviados para o Exército Imperial Russo, onde atuaram em todos os tipos de terreno e clima.

lanchester 3

 

O kit

A primeira coisa que chama a atenção no kit da CSM é a qualidade da embalagem. A tampa com uma bela ilustração serve como uma cobertura para a caixa em si, que é feita de papelão grosso, bastante resistente. No interior todas as arvores e decais estão embalados em sacos plásticos individuais.

caixa 1

 

 

A qualidade da injeção é excelente, sem falhas ou marcas nas partes externas, com apenas um mínimo de rebarbas nos raios das rodas. Os detalhes são muito bem feitos, nítidos e com ótima representação para escala. Neste ponto os raios das rodas são um destaque. Excepcionalmente bem representados, com um espessura e forma adequados, são uma prova da qualidade do molde e da injeção da CSM. O kit não contem qualquer detalhe para o interior, a não ser o radiador (que pode ser visto com a placa frontal rebatida) e a parte interna da metralhadora da torre. As escotilhas são moldadas fechadas, sendo possível montar abertas apenas as portas traseiras e a placa de visores frontais. A suspensão é bem detalhada com os feixes de mola, braços da suspensão, eixos de transmissão e diferenciais muito bem representados. O mesmo se pode dizer das rodas, que incluem  os bicos para enchimento dos pneus, das caixas metálicas e dos faróis que tem o aro externo separado do corpo. No entanto estes últimos não incluem as transparências para se fazer as lentes. A metralhadora é bem representada, mas vai ser preciso abrir o furo do cano para uma melhor representação.

 

AR (1)

 

 

O decais da Cartograph, tem cores solidas, sem falhas de registro, filme fino e permitem fazer 5 versões diferentes.

 

 

dec (1)

 

O manual é excepcional, feito em papel de ótima qualidade, todo colorido, tem o mapa das arvores e as instruções de pintura em 5 vistas. São 33 passos de montagem, muito bem ilustrados, com as peças utilizadas em cada passo mostradas em azul. A indicação das cores a serem usadas tem apenas o nome, sem indicar equivalência com qualquer fabricante.

 

man (1)

 

Conclusão

O kit da CSM é excepcional. A qualidade de injeção e os detalhes são de primeira linha. Além disso, a escolha do veículo, muito interessante, está perfeita para o ano em que se comemora os 100 anos do fim da primeira guerra. Vai fazer bonito em qualquer coleção de veículos da Primeira Guerra na 1/35.

 

Agradecemos a CSM pelo exemplar deste review

 logo
 
 
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Clique nos links para ir a pagina.

Notícias e Reviews Anteriores

Ultimas do Forum