Bf 109G-14 1/48 - Eduard Profipack 82118
Escrito por Eduardo Mendes   
Qua, 18 de Abril de 2018 00:15

00-box 

Bf 109G-14 1/48 - Eduard Profipack 82118

Introdução

O Messerchmitt Bf 109 formou a espinha dorsal da força de caças da Luftwaffe na II Guerra Mundial. Concebido no início dos anos 30 como um dos (senão o mais) moderno avião de combate do mundo, o projeto já apresentava sinais de esgotamento nos últimos anos da II Guerra.

Para complicar mais as coisas, a indústria alemã sofria com os constantes ataques aliados, nos quais as fábricas de aviões sempre foram alvos prioritários. No início de 1944, a situação da produção dos Bf-109, então na série G-6, estava caótica. Não era fácil encontrar em campo duas aeronaves iguais, o que se tornava um pesadelo para as equipes de manutenção. Uma solução foi tentar uniformizar a produção em torno de uma “variante padrão”, incorporando as melhores características resultantes dos inúmeros “experimentos” feitos nos G-6 nas diversas fábricas e em campo. Esta “variante padrão” recebeu o nome de G-14.

Inicialmente idêntico aos últimos G-6, os G-14 começaram a aparecer no front em meados de 1944. A ideia de padronização, porém, revelou-se um fracasso. As cada vez piores condições de logística na produção e o surgimento de novas ideias acabaram fazendo com que os G-14 se tornassem mais uma salada mista de aeronaves como aconteceu com os G-6.

De qualquer forma, cerca de 5.500 G-14 foram entregues e estiveram presentes na maioria dos esquadrões da Luftwaffe e outras forças do eixo como a ANR italiana entre meados de 1944 e o final da Guerra.

 

10 -ANR-2Gr-Mario-Bellagambi-WNr-464380-Italy-1945-01

O Bf 109G-14 do Maj. Mario Bellagambi, comandante da 5ª Squadriglia, 2ª Gruppo Caccia "Diavoli Rossi", Aeronautica Nazionale Repubblicana, em janeiro de 1945

 

O kit

O kit é basicamente uma reedição do extremamente bem sucedido G-6 Late de 2017 (#82111, veja o nosso review desse kit aqui), com decais diferentes e uma sutil modificação na folha de fotogravados. Esta folha traz as mesmas peças da edição de 2017 acrescida de um pequeno gabarito para regravar as linhas de dois pequenos painéis logo a vante do para-brisas, sobre o nariz do avião, que podem ser perdidas quando da montagem/pintura.

De resto, as mesmas árvores em poliestireno (H, I, J, K, N e T), e mais máscaras para pintura, decais (duas folhas, sendo uma com estênceis) e uma folha de peças fotogravadas. A tampa da caixa, emoldurável, traz uma bela ilustração do “Weiss 1” de Erich Hartmann (um dos esquemas de pintura propostos pelo kit) abatendo um Yak soviético. As instruções e a embalagem seguem o excelente padrão dos kits Profipack.

 

 21-fuse  22-wings  23-pc1
 24-pc2  25-trsp

 

 31-PE  32-masky  33-dec1 34-dec2

 

 

Opções

O kit oferece, como de costume nas edições Profipack, cinco opções de pintura e decais. Todas são bastante atraentes e significativas, com variações do padrão RLM 74/75/76. Destaco o esquema “A”, um avião do Ás dos Ases Erich Hartmann e o esquema “C”, um exemplar italiano da Aeronautica Nazionale Repubblicana com o leme “alto” e a bequilha longa, característico dos G-14 das séries finais de produção.

A - Bf 109G-14/U4, flown by Hptm. E. Hartmann, 4./ JG 52, Csór, Hungary, October 1944

B - Bf 109G-14/U4, W. Nr. 512382, flown by Lt. H. Schlick, 4./ JG 77, Schönwalde, Germany, November 1944

C - Bf 109G-14, W. Nr. 464380, flown by Magg. M. Bellagambi, CO of 5a Squadriglia, 2o Gruppo Caccia, Aeronautica Nazionale Repubblicana, Osoppo, Italy, March 1945

D - Bf109G-14, flown by Oblt. R. Schlegel, CO of 10./ JG 4, Jüterbog – Damm, Germany, March 1945

E - Bf 109G-14, W. Nr. 464534, EJG 2, Pilsen, Czechoslovakia, May 1945

 

 74-82118-04  75-82118-05  71-82118-01
 73-82118-03  72-82118-02

 


Conclusões

Montei recentemente um kit semelhante a esse (o G-6 em metal natural de Kurt Gabler, opção do kit #82111). O kit é incrível, tanto em termos de detalhes quanto de facilidade de montagem, proporcionando boas horas de diversão produtiva. Alguns pequenos senões como o decantado acabamento em “v” na junção ventral das asas com a fuselagem – que induz uma “linha de painel” inexistente - são perfeitamente contornáveis com técnicas básicas dominadas pela maioria.

Recomendo fortemente esse kit para os amantes da Luftwaffe que tenham alguma habilidade e equipamento para realizar pinturas mais intrincadas e que dominem a aplicação de peças fotogravadas, necessárias para um acabamento à altura do kit.

 

 

Obrigado à Eduard pelo envio do exemplar para review!

alt

 

 

 
 
 
 
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Clique nos links para ir a pagina.

Notícias e Reviews Anteriores

Ultimas do Forum